QUEM É O HOMEM?

Conhecei bem a Imagem Verdadeira do homem: o homem é Espírito, é Vida, é Imortalidade.
Deus é a Fonte Luminosa do homem e o homem é luz emanada de Deus. Não existe fonte luminosa sem luz, nem existe luz sem fonte luminosa. Assim como luz e fonte luminosa são um só corpo, Deus e homem são um só corpo.
Porque Deus é Espírito, o homem também é Espírito. Porque Deus é Amor, o homem também é Amor. Porque Deus é Sabedoria, o homem também é Sabedoria.
O Espírito não é peculiar à matéria, o Amor não é peculiar à matéria, a Sabedoria não é peculiar à matéria.
Portanto, o homem, que é Espírito, que é Amor, que é Sabedoria, nada tem a ver com a matéria.

(Trecho da "Sutra Sagrada Chuva de Néctar da Verdade", revelada ao Prof. Masaharu Taniguchi).

terça-feira, agosto 28, 2012

SER NATURAL


Uma norma fundamental de quem segue o Pensamento Iluminador da Humanidade: “conservar sempre o sentimento  natural. Parece pouco, contudo é algo cada vez mais raro de se ver nos dias de hoje...
Quanto mais sofisticados ficamos tecnologicamente e mais falamos em sustentabilidade ambiental, cultural, social e econômica, menos naturais somos. Muito falamos da Natureza, porém mais olvidamos o nosso “ser natural”. 
Cheios de artificialismo, consumismo, máscaras e conceitos rebuscados, esquecemos de apelar para o bom censo e instinto para um viver saudável. Olvidamos que vem de dentro de nós o que se chama normalmente de intuição; sim, ter bom senso é lembrar-se que há dentro de nós uma voz que clama por ser ouvida, muito mais importante do que o eco estridente das propostas que nos são constantemente dirigidas pelo meio externo, a dizer-nos que o ter é mais importante do que o ser. Ledo engano! Verdadeiramente, maioria das vezes, somos inseguros, por isso, apelamos para tudo que transmita influência, domínio ou poder, através do “ter”.
Todo esse “ter” que buscamos sofregamente só traz sentido à nossa vida se estiver solidamente alicerçado na reflexão, seriedade, integridade e responsabilidade solidárias, que valorizam outrem, mediante a escuta da palavra e a transmissão de confiança e afeto.     
Um grande abraço do
Kabiá-Kabiaka