QUEM É O HOMEM?

Conhecei bem a Imagem Verdadeira do homem: o homem é Espírito, é Vida, é Imortalidade.
Deus é a Fonte Luminosa do homem e o homem é luz emanada de Deus. Não existe fonte luminosa sem luz, nem existe luz sem fonte luminosa. Assim como luz e fonte luminosa são um só corpo, Deus e homem são um só corpo.
Porque Deus é Espírito, o homem também é Espírito. Porque Deus é Amor, o homem também é Amor. Porque Deus é Sabedoria, o homem também é Sabedoria.
O Espírito não é peculiar à matéria, o Amor não é peculiar à matéria, a Sabedoria não é peculiar à matéria.
Portanto, o homem, que é Espírito, que é Amor, que é Sabedoria, nada tem a ver com a matéria.

(Trecho da "Sutra Sagrada Chuva de Néctar da Verdade", revelada ao Prof. Masaharu Taniguchi).

sexta-feira, outubro 16, 2015

A MENTE ESCULPE O DESTINO

Algumas filosofias e correntes religiosas defendem que o destino individual está previamente delineado por forças ou influências externas, cabendo ao indivíduo usar a sua vontade e intuição para ultrapassar os obstáculos e desafios que lhe estão propostos com o menor sofrimento possível, podendo até recorrer a certos expedientes egoístas em detrimento dos interesses e direitos de outras pessoas.
O Pensamento Iluminador da Humanidade, desvendado pelo Dr. Masaharu Taniguchi, rompe radicalmente com o paradigma fatalista da “predestinação” de inspiração protestante calvinista. Portanto, de acordo com o novo conceito iluminador, não existe um destino determinado para cada pessoa, restando a esta uma autonomia para realizar apenas pequenas mudanças no rumo da vida. A declaração fundamental, quanto ao destino de cada um, é:
tipo de visão de vida humana e o tipo de filosofia de vida que a pessoa possui estão diretamente relacionados com o destino que irá ter. (Taniguchi, M. ‘A Verdade’, v. 10, p. 368).
Alguém pode argumentar: “nasci numa sociedade cristã, por isso, sempre terei uma mentalidade e uma visão de vida condicionada por uma “mente coletiva” cristã, propensa à ‘culpa’, ‘à remissão dos pecados pelo sofrimento’ e à ‘exaltação da pobreza’, como meio de agradar a Deus”...
É verdade que todos nascem com uma “consciência aglomerada” na camada mais profunda do subconsciente, que é condicionada pelo seu meio social, todavia se o indivíduo evocar a força de “Deus em si” por meio da reflexão meditativa – oração, meditação, etc. – e buscar a sintonia íntima com a “Mente Divina” ou “Superconsciência” para visualizar o estado de harmonia absoluta do mundo da Imagem Verdadeira, criado perfeito pela Mente que permeia o Universo, Vida que preenche o Universo, Lei que rege o Universo, isto é, por DEUS, a Grande Vida, então, é possível transcender o negativismo ou pessimismo tendencioso da “mente coletiva”, que é alimentada continuamente por um sensacionalismo marcadamente degradante, imposto pela mídia, e passar a viver num ambiente de atração de eventos positivos e de felicidade plena na vivência do dia-a-dia.
Também, é verdade que a “mente subconsciente” influencia sobremaneira a “mente consciente”, esta que faz escolhas e modela o mundo fenomênico em que vivemos, aqui e agora, e que o “subconsciente” inclui tendências cármicas herdadas dos antepassados e de experiências reais precedentes, contudo dependendo da intensidade com que a “Mente Divina” se manifesta na nossa mente fenomênica, que inclui o “consciente”, o “subconsciente” e a “mente do instinto”, sim, é possível criar por vontade própria, pessoal e intransferível, uma realidade presente e futura de evolução espiritual continuamente positiva.
Em conclusão, criar um destino de sucesso material e espiritual depende do nosso “EU” ordenar a nossa vida de modo a que a nossa “mente fenomênica” entre em perfeita união com a “Mente da Sabedoria” ou “Mente Divina” ou “Superconsciência” e espelhe a nossa Imagem Verdadeira de Homem-Deus, porque, como está escrito, fomos criados e somos a “Imagem e Semelhança de Deus”.
Um grande abraço do
Kabiá-Kabiaka
Nota: Sobre este assunto não deixe de ver um vídeo em